quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Liberdade Cerceada

Vila do Sossego

Zé Ramalho

Composição: Zé Ramalho
Oh eu não sei se eram os antigos que diziam
Em seus papiros papillon já me dizia
Que nas torturas toda carne se trai
E normalmente, comumente, fatalmente, felizmente
Displicentemente o nervo se contrai
Oh oh oh oh com precisão
Nos aviões que vomitavam pára-quedas
Nas casamatas, casas vivas, caso morras
E nos delírios, meus grilos temer
O casamento, rompimento, sacramento, documento
Como um passatempo quero mais te ver
Oh oh oh oh com aflição
Meu treponema não é pálido, nem viscoso
Os meus gametas se agrupam no meu som
E as querubinas meninas rever
Um compromisso submisso, rebuliço no cortiço
Chame o padre ciço para me benzer
Oh oh oh oh com devoção



video


Você já teve sua liberdade cerceada?
Derrepente você não pode mais fazer aquilo, que está acostumado a fazer , normalmente todos os dias. Trabalhar, estudar, tocar violão, bricar com seu cachorro, andar de bicicleta, bater papo com seus amigos, acariciar sua amada, brincar com seus filhos, alimentar seus entes queridos, etc...
Chega a dar falta de ar. Você que já passou por isso, sabe muito bem o que eu estou dizendo.
A tristeza, o coração apertado, a incerteza, a angústia... Todos sentimentos que os seres vivos, racionais ou não, estão sujeitos a sentir.
Se você, se sentiu com uma sensação ruim, só de imaginar, estar passando por uma situação dessas, então talvez tudo ainda não esteja perdido. Pode ser que você consiga entender o que eu vou dizer agora.
É exatamente assim que se sentem, os animais que são SEQUESTRADOS, do seu habitat natural, pelos animais ditos RACIONAIS. Por "N" motivos, para satisfazer a ganância monetária, para agradar o "filhinho" que quer muito ter um passarinho, mas que deveria ser instruido a não cercear a liberdade de ninguém, ou pelo simples prazer de ter um animal ao seu dispor, em uma gaiola , jaula, etc...
E por mais repulsivo, que me pareça, sesse momento, em algum lugar, tem alguém sequestrando animais, transportando-os em condições de grande sofrimento, para os grandes centros urbanos, com a certeza de vendê-los, à outros tantos gananciosos como eles próprios...
Por enquanto é só o que eu posso fazer... Esse desabafo, e lamentar, pois sei que haverão de me dizer: " São só animais"...Eu vou mas volto!

Um comentário:

  1. A liberdade é sagrada ,ninguem pode rouba-la ,lamento pelos os que pensam diferente .

    ResponderExcluir